top of page

Vagalume #1 (2018)

p&b, som, 5'.

2018

Edição: Henrique Borela


Exposição Um corpo no ar pronto pra fazer barulho, Museu de Arte Contemporânea de Goiás, 2018.

Exposição XII Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo, Centro Cultural São Paulo, 2019.

Frames do vídeo




"A contemplação cotidiana como rotina de observação é uma forma poética de ver a cidade, aquele que a fazem e a mantêm, e os humanos e não humanos que a habitam. Referência não declarada a "Tentativa de esgotamento de um local parisiense" 1975, pequeno livro do escrito francês Georges Perec (1936- -1982), o olhar insistente de Ana Flávia Marú narra o que vê de suas janelas, como uma tentativa de mostrar a beleza da arquitetura banal, da observação de aves em um telhado, de tecidos de andaimes ondulantes, de pedestres esperando o farol verde. Marú registra em particular o trabalho incansável daqueles que limpam, varrem, pintam, pintam, retocam, consertam edifícios e a cidade, todas essas tarefas cotidianas necessárias que passam despercebidas." Texto: Curadoria XII Bienal Internacional de Arquitetura de São Paulo



Comments


bottom of page