top of page

Bandeira à meio-mastro (2021)

Acrílica s/ tecido

100 x 80 cm

Fotografia: Paulo Rezende

Trabalho disponível à venda, clique aqui!


Exposições:

2021 | Tubo de ensaio 2 | Centro Cultural Octo Marques | Goiânia GO

2022 | 19o Salão Nacional de Arte de Jataí | Jataí GO

2022 | Prêmio Estímulo FARGO | Goiânia GO

2022 | 18o Salão de Ubatuba | Ubatuba SP

2022 | Leilão Anual Pivô | São Paulo SP


"Bandeira à meio-mastro" foi desenvolvido durante o Programa de Residência na Escola de Artes Visuais. Um dos únicos programas públicos de residência artística do estado de Goiás. A obra compôs a Exposição coletiva "Tubo de ensaio II" no final de 2021. O trabalho faz uma referência a antiga pintura da marquise do edifício que abriga a EAV, a pintura sinalizava a existência da escola e do museu para a cidade, a partir de 2015 a pintura foi coberta por uma tinta cinza.



Arquivos que se relacionam com a pesquisa e desenvolvimento do trabalho:


Pintura "escola de artes visuais . museu de arte contemporânea . goiás" em marquise do Edifício Parthenon Center onde está localizado em seu mezanino a Escola de Artes Visuais desde 1992. Esquina Rua 4 com Rua 6, Setor Central em Goiânia.

Fonte: Google Street View

Data: Agosto de 2011

Pintura cinza em marquise do Edifício Parthenon Center onde está localizado em seu mezanino a Escola de Artes Visuais desde 1992. Esquina Rua 4 com Rua 6, Setor Central em Goiânia.

Fonte: Google Street View

Data: Agosto de 2015

Pintura cinza em marquise do Edifício Parthenon Center onde está localizado em seu mezanino a Escola de Artes Visuais desde 1992. Esquina Rua 4 com Rua 6, Setor Central em Goiânia.

Fonte: Google Street View

Data: Agosto de 2019



Vídeo retirado do Instagram @frentededefesadasartego:

"O Desmonte do programa de residência artística Ateliê Livre na EAV

Dia 22 de dezembro de 2020, após dez meses de trabalho, de orientação, de prática, de formação, de angústias, nós, artistas selecionados para a Residência Artística de 2020, recebemos uma péssima notícia. Fomos informados que esse trabalho nunca existiu, e que a residência não existe para o Estado, mesmo tendo documentos divulgados pelo site oficial da Secretaria, carimbo e chancela. Fomos informados que o trabalho que estamos fazendo deveria ser encerrado.

Este vídeo tenta articular três importantes pontos para nossa luta:

1. A história da Escola de artes Visuais da Secult;

2. O programa de residência artística da Escola de Artes Visuais da Secult;

3. O Desmonte da única turma residente na Escola de Artes Visuais;

Alguns documentos emitidos e veiculados pela própria Secult são apresentados como uma maneira de rebater a justificativa dada pelo Ex Secretário da Cultura Adriano Baldy que "essa escola de artes Visuais não é dá Secult"."


bottom of page